ANS determina venda compulsória de carteira da Unimed Paulistana

quarta-feira, 2 de setembro de 2015 12:33 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) decretou nesta quarta-feira a venda compulsória da carteira de beneficiários da operadora de planos de saúde Unimed Paulistana. A medida foi decidida para garantir a assistência aos consumidores, afirmou o órgão.

A ANS vinha acompanhando a operadora e desde 2009 havia instaurado seis processos de fiscalização presencial "em decorrência de anormalidades econômico-financeiras graves" e "anormalidades assistenciais e administrativas graves".

"Como a operadora não conseguiu sanear os problemas, a ANS determinou que a Unimed Paulistana deve negociar a transferência da totalidade de sua carteira de beneficiários no prazo de 30 dias corridos após o recebimento da intimação", afirmou a ANS em comunicado à imprensa.

A Unimed Paulistana tinha cerca de 744 mil beneficiários até julho, em sua maior parte na cidade de São Paulo. Desse total, 78 por cento estão em planos coletivos, afirmou a ANS.

(Por Alberto Alerigi Jr.)