Trafigura compra minas de ferro da MMX e embarca primeiro navio no RJ

quarta-feira, 2 de setembro de 2015 12:50 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A trading suíça Trafigura informou nesta quarta-feira que fechou acordo para comprar duas minas de minério de ferro da MMX Sudeste, fundada pelo empresário Eike Batista e em processo de recuperação judicial.

A Trafigura não informou o valor do negócio, mas disse em um email que irá adquirir os ativos de mineração e processamento de minério de ferro de Tico-Tico e Ipê, que têm capacidade para produzir 6 milhões de toneladas por ano, segundo o site da MMX.

O negócio marca uma nova expansão da atuação da Trafigura no negócio de minério de ferro, além da atuação no comércio da commodity.

A Trafigura disse ainda que o Porto Sudeste, no litoral do Rio de Janeiro, que ela controla junto com o fundo Mubadala, de Abu Dhabi, fez seu primeiro carregamento de minério de ferro esta semana, após um longo atraso nas operações devido a problemas de licenciamento.

As minas da MMX, em Minas Gerais, estão conectadas ao Porto Sudeste por ferrovia.

A mineradora entrou com pedido de recuperação judicial no ano passado, seguindo caminho de outras empresas do grupo criado por Eike no setor de energia, construção de navios e produção de petróleo, que sofreram um gigantesco colapso em meio a metas de operação não cumpridas e dívidas crescentes.

A Trafigura disse que um segundo carregamento de minério está previsto para setembro.

O Porto Sudeste tem atualmente capacidade para carregar 25 milhões de toneladas de minério de ferro por ano. A Trafigura planeja elevar a capacidade para 50 milhões de toneladas anuais até o fim deste ano.

(Por Stephen Eisenhammer)