Índice europeu de ações fecha em alta, auxiliado por medidas na China

quarta-feira, 2 de setembro de 2015 14:11 BRT
 

Por Atul Prakash e Lionel Laurent

LONDRES (Reuters) - O principal índice europeu de ações fechou em alta nesta quarta-feira após um início de semana volátil, apoiado por medidas de corretoras na China para fortalecer os mercados acionários do país e por esperanças de que importantes bancos centrais afrouxem a política monetária.

O índice FTSEurofirst 300 fechou com alta de 0,22 por cento, a 1.395 pontos, após ter caído para 1.383 pontos durante a sessão.

"Esperamos mais um pouco de volatilidade no futuro, mas vemos a recente queda forte como uma correção e não como o início de um mercado baixista", disse o chefe de pesquisa da BNP Paribas Fortis Global Markets, Philippe Gijsels.

"A possibilidade de que alguns bancos centrais ajam para estimular sua economia -- por exemplo, possíveis medidas da China, a eventual extensão do programa de compra de ativos do Banco Central Europeu ou um adiamento da alta de juros do Fed -- provavelmente devem sustentar o mercado".

Analistas disseram que os dados de empregos privados nos EUA levaram alguns investidores a acreditar que o Federal Reserve, banco central dos EUA, pode não começar seu ciclo de alta de juros neste mês. O Relatório Nacional de Empregos da ADP mostrou que os empregadores privados dos EUA contrataram 190 mil funcionários em agosto, abaixo do esperado.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,41 por cento, a 6.083 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,32 por cento, a 10.048 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,30 por cento, a 4.554 pontos.   Continuação...