Dólar sobe 1,95% e fecha a R$3,75 por apreensão fiscal

quarta-feira, 2 de setembro de 2015 17:05 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou em alta de quase 2 por cento nesta quarta-feira, com valorização pela quarta sessão consecutiva, e foi ao patamar de 3,75 reais pela primeira vez desde o fim de 2002, pressionado por preocupações com as contas públicas do Brasil e com o risco de o país perder o selo internacional de bom pagador.

O dólar avançou 1,95 por cento, a 3,7598 reais na venda, maior nível desde 12 de dezembro de 2002 (3,785 reais). Na máxima da sessão, a moeda norte-americana atingiu 3,7738 reais, maior patamar intradia desde 13 de dezembro de 2002 (3,7750 reais).

(Por Bruno Federowski)