Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA sobem, mas ainda apontam força no emprego

quinta-feira, 3 de setembro de 2015 09:47 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - O número de norte-americanos que entrou com pedidos de auxílio-desemprego cresceu mais do que o esperado na semana passada, mas a tendência permaneceu consistente com o fortalecimento do mercado de trabalho.

O número de pedidos iniciais de auxílio-desemprego cresceu em 12 mil, para 282 mil, segundo números sazonalmente ajustados, na semana encerrada em 29 de agosto, informou o Departamento do Trabalho nesta quinta-feira. Economistas previam alta para 275 mil no período.

(Por Lucia Mutikani)