Brasil precisa convergir para um superávit primário de 2% do PIB, diz Barbosa

quinta-feira, 3 de setembro de 2015 10:26 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, disse em seminário nesta quinta-feira que o setor público precisa convergir para um superávit primário de 2 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) para manter a estabilidade fiscal do Brasil.

O governo vem realizando um ajuste fiscal para reequilibrar as contas públicas do país, mas no início da semana enviou ao Congresso uma proposta de Orçamento para 2016 que prevê um déficit primário do setor público consolidado equivalente a 0,34 por cento do PIB.

(Reportagem de Luciana Otoni)