Preços do trigo europeu recuam a novas mínimas por exportações difíceis

quinta-feira, 3 de setembro de 2015 16:06 BRT
 

PARIS (Reuters) - Os futuros do trigo na Europa tocaram mínimas dos contratos pela segunda sessão seguida nesta quinta-feira, conforme uma licitação de compra do Egito, o maior importador de trigo do mundo, ressaltou a forte competição entre exportações após grandes colheitas do Hemisfério Norte.

Os trigo de referência para dezembro na bolsa Euronext, sediada em Paris, encerrou em baixa de 2,50 euros, ou 1,5 por cento, após tocar mínima de contrato a 166,50 euros por tonelada.

O primeiro contrato do trigo, que expira na próxima semana e tem sido atingido mais fortemente pela demanda em queda para a safra deste verão, caiu 6,50 euros, para uma nova mínima do contrato de 146,50 euros.

Uma licitação do Egito confirmou uma difícil perspectiva para as exportações, com a compradora estatal GASC encomendando 170 mil toneladas de trigo russo e ignorando uma oferta competitiva da França que foi a mais barata em uma base FOB, mas prejudicada por maiores custos de frete da França.

Os contratos futuros da Euronext já foram abalados na quarta-feira por preços reportados em uma compra de licitações da Argélia, o que sugeriu que o trigo da França teria que ser descontado para assegurar a venda ou possivelmente perderia um pouco de sua parcela de mercado para os de origem báltica.

Dados semanais de exportações da União Europeia e dos Estados Unidos sugeriram demanda fraca e a UE anunciou seu menor volume semanal de licenças de exportação de trigo soft até o momento nesta temporada, a 190 mil toneladas, enquanto as exportações de trigo dos EUA ficaram perto da faixa inferior das estimativas do mercado.

(Por Gus Trompiz e Michael Hogan)