Ações asiáticas caem conforme apreensão sobre empregos nos EUA ofusca suporte do BCE

sexta-feira, 4 de setembro de 2015 07:11 BRT
 

Por Nichola Saminather e Hideyuki Sano

CINGAPURA/TÓQUIO (Reuters) - As ações asiáticas ampliaram as perdas nesta sexta-feira com a cautela acerca do relatório de empregos nos Estados Unidos ofuscando sinais do Banco Central Europeu de que está disposto a tomar mais medidas para fortalecer a economia europeia.

Às 7h07 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão recuava 0,84 por cento, e caminhava para terminar a semana com baixa de cerca de 4,2 por cento.

O índice japonês Nikkei fechou com queda de 2,15 por cento após recuar 3,2 por cento anteriormente na sessão, para uma mínima de sete meses de 17.608 pontos.

"Apenas um tema está na mente de todo operador hoje --o relatório de empregos nos EUA nesta sexta-feira e como isso possivelmente pode influenciar a decisão sobre a taxa de juros em setembro para o Fed", disse o analista da CMC Markets Nicholas Teo.

Um número forte de empregos pode ajudar a aliviar temores sobre a desaceleração econômica global liderada pela China, mas pode reanimar especulações sobre uma elevação antecipada da taxa de juros, o que pode prejudicar ativos com mais risco, particularmente em economias emergentes.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 2,15 por cento, a 17.792 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,45 por cento, a 20.840 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC não teve operações.   Continuação...