Produção da indústria de veículos do Brasil tem pior agosto em 10 anos

sexta-feira, 4 de setembro de 2015 13:09 BRT
 

Por Alberto Alerigi

SÃO PAULO (Reuters) - A indústria de veículos do Brasil teve queda de 3,5 por cento na produção de agosto sobre julho e recuo de 18,2 por cento sobre o volume produzido no mesmo mês do ano passado, informou nesta sexta-feira a associação que representa o setor, Anfavea.

O setor produziu 216,5 mil carros, comerciais leves, caminhões e ônibus em agosto, menor volume para o mês desde 2005, quando ficou em 211 mil veículos.

A produção acumulada do ano ficou em 1,73 milhão de unidades, 16,9 por cento abaixo dos oito primeiros meses de 2014 e a menor desde 2006, quando foi de 1,62 milhão.

Por sua vez, a venda de veículos novos no mês passado recuou 8,9 por cento contra julho e registrou queda de 23,9 por cento sobre agosto de 2014, atingindo o nível mais baixo para o mês desde 2006, quando ficou em 178,5 mil.

"Continuamos em um momento bastante difícil de mercado, especialmente em caminhões, com queda de 40 por cento (nas vendas)", disse o presidente da Anfavea, Luiz Moan, ao comentar que a média diária de vendas de veículos em agosto foi semelhante à de julho.

Ele acrescentou que a associação ainda não encontrou um ponto de equilíbrio para refazer suas previsões e irá esperar um pouco mais, mas adiantou que também é esperada queda na produção de veículos do Brasil em setembro e em outubro.

"Esperamos que no final do segundo trimestre do ano que vem possamos começar a ter uma recuperação nas vendas", completou.

O estoque de veículos novos no país cresceu para 357,8 mil unidades, ante 345,6 mil veículos em julho. Com base no ritmo de vendas do mês, o estoque equivale a 52 dias de vendas.   Continuação...