Fundo soberano da Noruega pode vender US$6,6 bi em ações relacionadas a carvão

sexta-feira, 4 de setembro de 2015 15:12 BRT
 

OSLO (Reuters) - O fundo soberano de 828 bilhões de dólares da Noruega acredita que uma nova regulamentação, cortando seus investimentos em negócios dependentes de carvão, poderia levá-lo a vender ações de empresas de todo o mundo em um valor equivalente a 55 bilhões de coroas norueguesas (6,6 bilhões de dólares), disse o órgão nesta sexta-feira.

Cerca de 120 empresas podem ser afetadas, informou o fundo em uma carta ao Ministério das Finanças da Noruega.

Seguindo um acordo assinado no parlamento em junho, o fundo fará desinvestimentos de companhias que tenham mais de 30 por cento de seu volume de negócios atrelado ao carvão, incluindo empresas mineradoras e produtoras de energia.

Os negócios de compra, venda ou transporte de carvão, no entanto, devem ser isentos da exclusão, assim como a distribuição e comercialização de energia, disse o fundo em sua carta.

E, embora o fundo planeje excluir produtores e consumidores de carvão térmico, deve haver uma exceção para carvão metalúrgico utilizado para a produção de aço.

A expectativa do fundo é concluir a avaliação das empresas mais relevantes em seu portfolio de investimentos, que inclui 8 mil companhias, ao final de 2016.

Ambientalistas previram que devem ser vendidas ações de empresas de energia europeias e norte-americanas, incluindo Duke Energy, RWE, American Electric Power e Dominion Resources.

(Por Terje Solsvik e Henrik Stolen)