Wall Street fecha em queda após dados de emprego mistos

sexta-feira, 4 de setembro de 2015 18:15 BRT
 

Por Noel Randewich

As bolsas nos Estados Unidos caíram mais de 1 por cento nesta sexta-feira, depois da divulgação de um relatório misto de empregos em agosto não ter dissipado a incerteza de investidores sobre a possibilidade de o Federal Reserve, o banco central norte-americano, aumentar as taxas de juro neste mês.

O indicador Dow Jones recuou 1,66 por cento, a 16.102 pontos, enquanto o S&P 500 teve queda de 1,53 por cento, a 1.921 pontos. Já o índice de tecnologia Nasdaq perdeu 1,05 por cento, a 4.684 pontos.

A volatilidade envolvendo a primeira alta de juros nos EUA em quase uma década somou-se a preocupações entre investidores sobre a desaceleração da economia chinesa e recente onda de vendas no mercado.

"Os mercados estão confusos. Foi um relatório de empregos ok, mas há uma preocupação com a China entrando neste fim de semana", disse o vice-presidente de investimentos da Huntington Trust, John Augustine, em Columbus, Ohio.

A economia dos EUA criou 173 mil vagas no mês passado, aquém das 220 mil esperadas por economistas consultados pela Reuters. Mas a taxa de desemprego caiu para 5,1 por cento, a mais baixa em mais de sete anos, enquanto os salários aceleraram.

Muitos investidores leram os dados como sinais contraditórios sobre a urgência para o Fed elevar os juros.

Taxas de juros próximas de zero permitiram que o mercado de ações dos EUA quase triplicasse desde a crise financeira. Muitos em Wall Street esperam que a recente turbulência dos mercados globais e as preocupações sobre a economia da China levem o Fed a adiar o aumento dos juros quando se reunir nos próximos dias 16 e 17.