Lagarde, do FMI, diz que G20 deve acelerar esforços para crescimento

sábado, 5 de setembro de 2015 12:13 BRT
 

ANCARA (Reuters) - As maiores economias do mundo devem acelerar os esforços de reforma para incentivar o crescimento, em linha com as metas estabelecidas por elas no ano passado usando uma mistura de política monetária acomodativa, política fiscal e reformas estruturais, disse a chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, neste sábado.

"Para as economias avançadas, a atividade está projetada para avançar apenas modestamente este ano e no próximo. Para as economias emergentes, as perspectivas enfraqueceram em 2015 em relação ao ano passado, apesar de alguma recuperação estar prevista para o próximo ano", disse Lagarde.

"É necessário um esforço concertado de política para lidar com esses desafios, incluindo continuada política monetária acomodativa nas economias avançadas, políticas fiscais pró-crescimento e reformas estruturais para incentivar a produção e a produtividade potenciais", disse.

"Também é fundamental que o G20 aumente seus esforços para garantir a implementação efetiva e oportuna de suas estratégias de crescimento", acrescentou Lagarde.

(Reportagem de Jan Strupczewski)