Ações mantêm ganhos após dados da China, em dia volátel

terça-feira, 8 de setembro de 2015 08:08 BRT
 

Por Saikat Chatterjee

HONG KONG (Reuters) - As ações asiáticas avançaram nesta terça-feira após uma sequência de seis dias de perdas, mas os ganhos foram limitados pela queda das importações da China, o que aumenta os temores de uma desaceleração mais severa na segunda maior economia do mundo.

Às 7h41 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão subia 1,99 por cento.

As exportações da China em agosto caíram menos do que o esperado, mas uma queda mais acentuada nas importações apontou para o contínuo enfraquecimento econômico. Um dia antes, dados da reserva de moeda estrangeira da China revelaram uma perda recorde de 94 bilhões de dólares em agosto enquanto o banco central luta para estabilizar o iuan após sua desvalorização surpresa.

Os dados fracos levantaram expectativas de mais afrouxamento de política nos próximos meses. Uma pesquisa da Reuters do final de agosto mostrou que 80 por cento dos entrevistados esperavam um novo corte na taxa de compulsório dos bancos e 70 por cento viam uma chance de cortes na taxa de juros.

"Eu não estou otimista com a perspectiva das exportações e é improvável que a China possa alcançar sua meta de exportações deste ano", disse o analista da Hwabao Trust em Xangai Nie Wen. "Haverá pelo menos mais três cortes no compulsório este ano para neutralizar a saída de capitais."