Ações japonesas disparam quase 8% e região avança com força

quarta-feira, 9 de setembro de 2015 08:06 BRT
 

Por Lisa Twaronite e Nichola Saminather

TÓQUIO/CINGAPURA (Reuters) - As bolsas asiáticas avançaram com força nesta quarta-feira, com os mercados na China se estabilizando e as ações japonesas marcando sua maior alta em um único dia desde o auge da crise financeira de 2008.

Às 7h54 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão subia 3,26 por cento.

O índice japonês Nikkei disparou e fechou com alta de 7,7 por cento, seu maior ganho em um dia desde outubro de 2008, aparentemente reanimado pelas esperanças de cortes de impostos corporativos.

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, disse que o governo mira a diminuição da taxa de imposto corporativo em 3,3 pontos percentuais acumulados em dois anos a partir do próximo ano fiscal, que se inicia em abril de 2016.

As ações chinesas subiram ainda em meio a expectativas de novos estímulos do governo para evitar um pouso forçado no crescimento do país depois da queda maior do que o esperado nas importações do país.

"Com muitos mercados tendo passado por quedas pesadas nas últimas semanas, o rali desta quarta-feira, como o de terça-feira à noite nos Estados Unidos, representa uma recuperação especulativa", disse o diretor administrativo da White Funds Management em Sydney, Angus Gluskie.

"O mercado permanecerá suscetível a um retorno ao território negativo até que vejamos sinais de algumas melhoras das causas originais da fraqueza, que são predominantemente preocupações com o crescimento da China", acrescentou.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 7,71 por cento, a 18.770 pontos.   Continuação...