BM&FBovespa vende 20% das ações que detinha no CME Group

quarta-feira, 9 de setembro de 2015 10:38 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A BM&FBovespa anunciou nesta quarta-feira a venda de 20 por cento das ações que detinha na operadora norte-americana de bolsas de valores CME Group, em uma operação com lucro estimado em 450 milhões de reais.

Segundo a BM&FBovespa, a estimativa para o lucro com a venda dos papéis foi obtida a partir do saldo contábil do investimento em 30 de junho deste ano e o preço de fechamento das ações do CME em 4 de setembro. As ações do CME encerraram na véspera a 94,8 dólares.

A operadora da bolsa de São Paulo afirmou que os recursos obtidos com a venda "serão mantidos no caixa da companhia".

A venda das ações ocorre em um momento em que a BM&FBovespa expande sua presença em outras praças. Em agosto, o presidente da companhia, Edemir Pinto, afirmou que a bolsa paulista pretende ter participação em bolsas do Peru e Colômbia até dezembro deste ano. Em maio, a BM&FBovespa anunciou aumento de sua fatia na Bolsa de Comercio de Santiago, de 2 para cerca de 8 por cento do capital, em um investimento de 33,3 milhões de reais na época.

A bolsa paulista ficou com participação de 4 por cento do total de ações do CME e não pretende realizar qualquer venda adicional. O relacionamento estratégico entre ambas as bolsas começou em 2007 e foi aprofundado em 2010.

"O CME Group e a BM&FBOVESPA entendem ser importante manter tal parceria, que já rendeu valiosos frutos no desenvolvimento de tecnologias, aquisição de 'know-how', roteamento de ordens, listagem cruzada de produtos e aproximação a clientes globais

que operam em nosso mercado atualmente", afirmou a BM&FBovespa.

"A alienação de parcela das ações do CME Group objetivou rebalancear a composição dos ativos da companhia e não implica alteração nos aspectos fundamentais da parceria estratégica entre as duas bolsas", informou a bolsa paulista.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

 
Logo da BM&FBovespa em prédio em São Paulo. 07/10/2013 REUTERS/Nacho Doce