CPI do BNDES rejeita pedido de convocação dos controladores do grupo JBS

quarta-feira, 9 de setembro de 2015 15:09 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - A CPI do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) na Câmara dos Deputados rejeitou por 15 votos a 9 requerimento para convocar os controladores do grupo JBS, os irmãos Wesley Batista e Joesley Batista.

O requerimento, apresentado pelo deputado Arnaldo Jordy (PPS-PA), afirma que as liberações de recursos do BNDES à empresa "coincidem com o aumento do volume das doações da JBS aos políticos".

No fim do mês passado, em depoimento à CPI, o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, negou que haja qualquer vínculo entre operações de crédito do BNDES com o grupo JBS e doações a campanhas eleitorais.

"Nos últimos dois anos não houve nenhuma operação de crédito significativa para o JBS e não há essa coincidência em 2014 entre desembolsos do banco e doações eleitorais efetuadas pelo grupo", disse Coutinho à CPI.

Às 15h07, as ações da JBS tinham alta de 0,13 por cento, enquanto o Ibovespa subia 0,14 por cento.

(Por Leonardo Goy)