Anúncio de cortes de despesas fica para próxima semana, diz fonte do Planalto

sexta-feira, 11 de setembro de 2015 14:57 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O governo só deve começar a anunciar cortes de despesas administrativas a partir do início da próxima semana, disse nesta sexta-feira uma fonte do Palácio do Planalto, sem entrar em detalhes.

Na véspera, o líder do governo no Senado, Delcídio do Amaral (PT-MS), havia dito que essas medidas já começariam a ser anunciadas nesta sexta-feira.

Entre os motivos apontados pela agência de classificação de riscos Standard & Poor's para o rebaixamento do rating soberano do Brasil, que tirou do país o selo de bom pagador, está o Orçamento da União enviado pelo governo ao Congresso Nacional com a estimativa de déficit primário de 30,5 bilhões de reais em 2016. Para cobrir esse buraco, o governo está estudando medidas de cortes de despesas e de aumento de receitas.

A presidente Dilma Rousseff está em viagem ao Nordeste nesta sexta-feira, visitando obras e participando de reuniões.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)