Acordo da UE para imposto sobre transações financeiras está "ao alcance", diz Moscovici

sábado, 12 de setembro de 2015 12:51 BRT
 

LUXEMBURGO (Reuters) - O acordo para um imposto sobre as transacções financeiras está próximo, depois de reuniões neste sábado entre ministros das Finanças dos onze países da União Europeia dispostos a introduzir a taxa, afirmou o Comissário Europeu de Assuntos Econômicos e Monetários, Pierre Moscovici.

"Hoje fizemos um importante, se não decisivo, progresso ... Este acordo está ao nosso alcance", disse Moscovici a jornalistas após o encontro em Luxemburgo, acrescentando que a meta é selar um acordo antes do final do ano.

Alemanha e França propuseram o imposto sobre as transações financeiras (ITF) em 2012, em meio à crise da dívida da zona do euro. Como mais um símbolo político do esforço para corrigir os excessos atribuídos à pior turbulência financeira das últimas décadas, a questão vinha sendo debatida desde então.

Apenas onze dos 28 países da União Europeia aceitaram, em princípio, a introdução do ITF, que complementaria taxações similares já em vigor em alguns países europeus, como a Alemanha.

"Demos importantes passos em frente", afirmou o ministro das Finanças italiano, Pier Carlo Padoan, a repórteres depois da reunião de sábado.

(Reportagem de Francesco Guarascio)