China vai tornar estatais mais fortes e reestruturar empresas "zumbi"

segunda-feira, 14 de setembro de 2015 07:43 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A China vai trabalhar para reformar o setor público, tornando empresas estatais mais sujeitas a forças de mercado e reestruturando aquelas que tiverem baixa performance, enquanto permitirá o fechamento de algumas, afirmaram autoridades nesta segunda-feira.

Em um aguardado documento sobre a reforma publicado no domingo, o governo chinês afirmou que vai lançar um regime de "propriedade mista" para o setor estatal.

Zhang Xiwu, vice diretor do órgão de fiscalização de ativos estatais, afirmou a jornalistas que o governo vai trabalhar para reorganizar e fundir estatais para centralizar capital do Estado em setores importantes, e restringirá investimento estatal em indústrias que não estejam em linha com políticas nacionais.

"Vamos fazer mais esforços para reformar 'empresas zumbis', empresas que dão prejuízo há muito tempo e eliminar ativos de baixa eficiência e que não estão performando", disse Zhang.

Ele afirmou que o país vai usar bolsas de valores, de imóveis e outros mercados de capitais para vender os ativos com performance ruim a "preços justos".

O Ministério das Finanças da China e o órgão de fiscalização dos ativos estatais vão também introduzir esquemas-piloto em conglomerados estatais, que criarão investimento de capital estatal e companhias operacionais, para melhorar a competitividade destas empresas e criar uma "barreira" entre empresa e governo, disse Xu Hongcai, funcionário do ministério.