China deixará que BCs estrangeiros negociem no mercado cambial

segunda-feira, 14 de setembro de 2015 08:57 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A China vai permitir que bancos centrais estrangeiros negociem em seu mercado cambial interbancário à vista e de derivativos cambiais como swaps e contratos a termo, informou o banco central chinês nesta segunda-feira.

O BC também comentou sobre uma grande discrepância de 405,4 bilhões de iuanes entre dois conjuntos de dados oficiais que são parâmetro da demanda por moedas estrangeiras na China.

Em um comunicado online de perguntas e respostas, o banco central disse que a diferença se deve a uma "ampla" liquidez cambial no sistema bancário.

Cálculo da Reuters de dados do banco central divulgados na segunda-feira mostraram que as instituições financeiras da China tiveram saídas líquidas equivalentes a 723,8 bilhões de iuanes (113,69 bilhões de dólares) em agosto, o maior déficit já registrado.

Mas dados separados do banco central mostraram que o banco registrou saídas líquidas equivalentes a 318,4 bilhões de iuanes no mês passado.