Liminar que suspendia eleição de Parisotto e suplente no Conselho da Usiminas é revogada

segunda-feira, 14 de setembro de 2015 17:25 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Usiminas informou nesta segunda-feira que foi revogada liminar que suspendia a eleição do empresário Lírio Parisotto e de suplente para vaga no Conselho de Administração da companhia.

A sentença foi emitida pela 1a Vara Empresarial de Belo Horizonte no processo aberto por Ternium para invalidar a decisão da assembleia que elegeu Parisotto no início de abril.

A eleição do empresário bilionário e do suplente Mauro Gentile da Cunha havia sido suspensa em meados de abril.

(Por Alberto Alerigi Jr.)