Cunha diz que aprovação de CPMF é pouco provável, promete não obstruir

segunda-feira, 14 de setembro de 2015 18:48 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), avaliou nesta segunda-feira como pouco provável a aprovação pelo Congresso Nacional da recriação da CPMF, mas afirmou que não obstruirá a tramitação da proposta na Câmara.

Após o governo da presidente Dilma Rousseff anunciar medidas de reequilíbrio fiscal, entre elas uma proposta de recriar a CPMF com alíquota de 0,2 por cento, Cunha também criticou em entrevista a jornalista a proposta de cortes de gastos anunciada pelo governo, de 26 bilhões de reais.

(Reportagem de Marcela Ayres)

 
Presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), em São Paulo. 21/8/2015 REUTERS/Paulo Whitaker