BTG conclui compra de suíço BSI por US$1,29 bi

terça-feira, 15 de setembro de 2015 12:23 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O BTG Pactual concluiu a compra da gestora suíça de recursos BSI, consolidando o esforço de ampliar e diversificar receitas no exterior, no momento em que o Brasil, principal mercado da instituição, mergulha na recessão.

O grupo liderado por André Esteves anunciou nesta terça-feira ter pago 1,25 bilhão de francos suíços (1,29 bilhão de dólares) para selar a compra anunciada em julho do ano passado, após obter aprovações de reguladores do Brasil e da Suíça.

O BSI, antes controlado pelo italiano Assicurazioni Generali, vai dobrar a receita de serviços do BTG Pactual para 2 bilhões de dólares, afirmou o banco brasileiro, que se torna um grupo com 186,5 bilhões de dólares em ativos sob gestão.

O BSI será integrado à plataforma de gestão de fortunas e private banking do BTG Pactual, mas a marca suíça será mantida. Com a compra, o total de empregados do BTG Pactual passa de 3.500 para 5.400.

O BTG Pactual anunciou ainda que Joseph Rickenbacher será nomeado como novo presidente do Conselho de Administração do BSI a partir de 16 de setembro, substituindo Alfredo Gysi.

As units da instituição exibiam alta de 0,28 por cento às 12h21, enquanto o Ibovespa tinha valorização de 0,2 por cento.

(Por Aluísio Alves)