OCDE piora projeções para crescimento mundial e cenário para Brasil, mas pede ação do Fed

quarta-feira, 16 de setembro de 2015 07:10 BRT
 

Por Leigh Thomas

PARIS (Reuters) - O cenário econômico global ficou menos promissor do que há apenas alguns meses e a contração da economia brasileira bem mais acentuada, mas os Estados Unidos estão indo bem o suficiente e seu banco central deveria ir adiante com a primeira alta de juros desde a crise financeira, afirmou nesta quarta-feira a OCDE.

A economia mundial deve crescer 3,0 por cento este ano e 3,6 por cento no próximo, informou a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) em sua atualização das projeções para as principais economias.

A organização reduziu suas estimativas ante 3,1 por cento e 3,8 por cento respectivamente em junho, citando principalmente a desaceleração em economias emergentes como China e Brasil.

Para o Brasil, a OCDE estima agora contração de 2,8 por cento este ano, ante retração de 0,8 por cento prevista antes. Para 2016 a OCDE passou a ver queda de 0,7 por cento, ante crescimento de 1,1 por cento na estimativa de junho.