BB prevê expansão de pelo menos 10% da carteira de infraestrutura em 2015

quarta-feira, 16 de setembro de 2015 16:52 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Apesar da crise, a carteira do Banco do Brasil para infraestrurura deve crescer pelo menos 10 por cento neste ano, disse o diretor de Infraestrutura, Serviços e Operações do banco, César Borges, que prevê manter o ritmo em 2016.

Pelos números mais recentes, a carteira de infraestrurura do BB somava cerca de 114 bi de reais. Segundo Borges, a evolução prevista para o ano depende de alguns leilões que serão feitos pelo governo, como o de hidrelétricas devolvidas por empresas que não aceitaram as condições da Medida Provisória 579, que tratou a renovação da concessão das geradoras.

Muitas das operações em 2015 foram contratadas nos últimos anos e a crise atual poderá ter impacto sobre a carteira somente daqui a 2 ou 3 anos, estimou o executivo.

"Mas Nosso esforço é manter esse ritmo no ano que vem", declarou Borges. "O Brasil não vai parar, as condições permanecem e não mudam com a perda do grau de investimento”, disse, frisando que o BB tem hoje nove fundos de investimento e participações no setor.

(Por Rodrigo Viga Gaier)