Advent compra 13% do capital do Fleury e prevê novas aquisições em saúde

quarta-feira, 16 de setembro de 2015 19:20 BRT
 

Por Priscila Jordão e Aluísio Alves

SÃO PAULO (Reuters) - A empresa de private equity Advent International acertou nesta quarta-feira a compra de 13 por cento do capital da empresa de diagnósticos médicos Fleury e negocia mais compras de participações no Brasil, inclusive na área de saúde.

O acordo acontece após sete meses de negociações e depois de a Core, controladora indireta da Fleury, ter desistido de vender o controle no começo do ano e buscar um sócio minoritário.

Segundo Wilson Rosa, sócio da Advent International, a gestora segue negociando compra de participações em empresas no Brasil, a despeito da recessão que atinge o país.

"Para nosso horizonte de investimento, o cenário ainda é muito atrativo", disse Wilson Rosa à Reuters, citando setores como serviços financeiros, educação, saúde e consumo.

A compra da fatia no Fleury foi feita com recursos levantados pelo Fundo Lapef VI, de 2,1 bilhões de dólares, em novembro de 2014, para investimentos na América Latina.

Com o negócio, os médicos sócios do Fleury ficarão com fatia de cerca de 28,3 por cento do capital, por meio da Integritas Participações; a Bradseg, da Bradesco Seguros e Previdência, ficará com 16,4 por cento.

O valor da transação não foi revelado. Com base no valor de mercado da companhia, de 2,68 bilhões de reais, 13 por cento do capital equivale a cerca de 350 milhões de reais.

A Advent tem investimentos em quase 30 empresas nos segmentos de serviços de saúde, farmacêuticos e equipamentos médicos, em várias partes do mundo.

No Brasil, a Advent tem participações em empresas como Cetip, Kroton e CSU CardSystem.

Com a operação, cuja expectativa é de fechamento em 30 dias, será convocada uma assembleia de acionistas para eleger os membros do Conselho de Administração do Fleury e a Advent deve indicar um representante.