Kuweit diz que mercado de petróleo vai se equilibrar sozinho

quinta-feira, 17 de setembro de 2015 12:03 BRT
 

FUJAIRAH, Emirados Árabes Unidos (Reuters) - A chefe do Kuweit na Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), Nawal al-Fuzaia, disse nesta quinta-feira que o mercado de petróleo vai se equilibrar sozinho e que os países "precisam ser pacientes", indicando apoio à política do grupo de defender participação no mercado apesar da queda nos preços.

Falando em um fórum sobre mercados de energia no Emirados Árabes Unidos, Fuzaia disse que o atual desequilíbrio no mercado vem de vários fatores e não apenas de uma desaceleração econômica na China.

"O enfraquecimento da demanda na China é uma questão de curto prazo. Não acho que isso vai ter um efeito na participação de mercado da Opep", disse ela.

A Opep mudou de política em novembro de 2014, decidindo não apoiar os preços com um corte de produção, com o objetivo de defender sua fatia no mercado contra produtores de petróleo de xisto nos Estados Unidos e outros fornecedores de custo mais elevado.

A mudança, liderada pela Arábia Saudita e seus aliados do Golfo, provou-se controversa dentro da Opep, com os preços do petróleo tendo caído mais do que pela metade desde os 100 dólares de junho de 2014, afetando economias de membros menos ricos do cartel, como a Venezuela.

Fuzaia disse que a Opep via um crescimento estável e sustentável da economia e da demanda da China, mas se houver declínio da demanda chinesa o petróleo do Kuweit poderia ir para outros mercados.

(Por Maha El Dahan)