Ações asiáticas sobem após Fed deixar juros inalterados de olho na China

sexta-feira, 18 de setembro de 2015 07:45 BRT
 

Por Hideyuki Sano

TÓQUIO (Reuters) - As ações asiáticas subiram nesta sexta-feira com alívio pelo Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, ter mantido a taxa de juros, mas os ganhos foram limitados por preocupações renovadas com a saúde da economia global, em particular da China.

Às 7h41 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão subia 1,06 por cento, para a máxima em quatro semanas, liderada pelo setor financeiro em muitos mercados.

Mas o índice japonês Nikkei caiu 1,96 por cento.

Operadores em Tóquio disseram que a decisão do Fed deixou os investidores com duas interpretações conflitantes: os investidores estão preocupados que a economia norte-americana não está crescendo com força suficiente para suportar aumentos dos juros, mas ao mesmo tempo as condições monetárias frouxas nos Estados Unidos podem agora continuar por um período mais longo de tempo, o que deve sustentar os mercados acionários globais.

Para o Fed elevar os juros, a chair do banco central, Janet Yellen, disse que quer ver mais melhoras no mercado de trabalho norte-americano e expressou preocupações com a inflação fraca.

Yellen destacou explicitamente que o banco central está focado na desaceleração da China e dos mercados emergentes, dizendo que uma das questões mais importantes é se haverá risco de uma desaceleração mais abrupta da China.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 1,96 por cento, a 18.070 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,30 por cento, a 21.920 pontos.   Continuação...