Volkswagen enfrentará provisão no 4º tri por restruturação no Brasil

sexta-feira, 18 de setembro de 2015 09:17 BRT
 

FRANKFURT (Reuters) - A Volkswagen espera assumir uma provisão de milhões de euros na casa dos três dígitos para pagar pela restruturação no Brasil, disse o vice-presidente financeiro da empresa, Hans Dieter Poetsch, a analistas do Deutsche Bank.

"O Brasil permanece muito fraco e eles precisarão reconhecer uma provisão de milhões de euros na casa dos três dígitos para restruturação no quarto trimestre", escreveu o analista Tom Tokossa em nota.

A Volkswagen tem ajustado a capacidade de produção em sua fábrica em Taubaté (SP), onde fabrica o carro Up, o Gol e o sedã Voyage.

Os esforços da Volkswagen para cortar postos de trabalho em outra fábrica próxima de São Paulo, em São Bernardo do Campo, em janeiro motivaram greves, forçando a empresa a reverter suspensões de contratos de trabalho (layoffs) de 800 trabalhadores e renegociar um novo acordo trabalhista até 2019.

Apesar da queda da demanda chinesa, a utilização da capacidade de produção da Volkswagen ainda é de 100 por cento na China, disse o Deutsche Bank.

(Por Edward Taylor)

 
Carros estacionados em instalação da Volkswagen em Taubaté.  30/03/2015   REUTERS/Roosevelt Cassio