Williams, do Fed, vê alta de juros em 2015 após decisão "apertada"

sábado, 19 de setembro de 2015 15:21 BRT
 

ARMONK, EUA (Reuters) - Uma alta de juros provavelmente ainda será apropriada neste ano, considerando que a decisão do Federal Reserve, banco central norte-americano, de deixar a taxa inalterada na última quinta-feira foi "apertada", disse o presidente do Fed de San Francisco, John Williams, neste sábado.

Williams, um centrista, disse que os argumentos pró e contra o início do aperto monetário nos EUA mais ou menos se igualam agora que a economia está em terreno sólido, o que lhe dá confiança sobre a contuinuidade do crescimento econômico e do emprego.

Trata-se da primeira declaração por uma autoridade do Fed a falar publicamente desde a aguardada decisão, sugerindo que ele está quase pronto para puxar o gatilho e aumentar os juros.

Ele reconheceu os riscos provenientes da desaceleração da economia chinesa e a pressão global para baixo sobre a inflação, ressaltando que uma alta de juros em 2015 não é garantida. Mas ele disse que o pleno emprego nos EUA deve ser atingido "no futuro próximo" e a inflação, embora ainda baixa demais, deve gradualmente acelerar para a meta de 2 por cento.