Renova Energia fecha primeira parte de operação com TerraForm Global

segunda-feira, 21 de setembro de 2015 07:50 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A companhia de energia renovável Renova Energia informou que fechou na última sexta-feira a primeira fase da operação para a venda de ativos eólicos à TerraForm Global, empresa de geração de energia limpa em mercados emergentes, segundo comunicado divulgado na madrugada de sexta-feira.

Foram fechadas a venda dos ativos do projeto Bahia, correspondentes a cinco parques eólicos, por 451 milhões de reais e a permuta das ações das subsidiárias da companhia controladoras dos ativos do projeto Salvador, correspondente a nove parques eólicos, por 1,026 bilhão de reais, disse a Renova.

As empresas também firmaram acordo que prevê opção de venda para a Renova ou opção de compra para a SunEdison a partir de 31 de março de 2016. Com isso, a Renova terá a opção de vender com a SunEdison até 7 milhões das ações da TerraForm Global recebidas pela Renova por conta da permuta dos ativos do projeto Salvador, enquanto a SunEdison terá a opção de adquirir da Renova até 7 milhões de ações da TerraForm.

O preço da opção de venda ou de compra será de 50,48 reais ou 15 dólares por ação, podendo ser ajustado.

A venda dos projetos da Espra à TerraForm ainda está sujeita ao cumprimento de obrigações pelas empresas e aprovações regulatórias, acrescentou a Renova. O projeto envolve três pequenas centrais hidrelétricas.

A segunda fase da operação compreende outros ativos que possuem contratos de venda de energia de longo prazo, operacionais e não operacionais e projetos em desenvolvimento a serem desenvolvidos pela companhia que vierem a vender energia em contratos de longo prazo.

A venda dos ativos havia sido anunciada no início de maio.

(Por Priscila Jordão)