Alemanha está em trajetória contínua de crescimento apesar de China, diz BC

segunda-feira, 21 de setembro de 2015 09:49 BRT
 

BERLIM (Reuters) - Inabalado pelas incertezas globais com a desaceleração econômica na China, o crescimento da Alemanha deve continuar no segundo semestre do ano com a alta do consumo doméstico e o crescimento das exportações, disse o Bundesbank, banco central alemão, nesta segunda-feira.

A maior economia europeia está sendo beneficiada pela queda nos preços do petróleo e da energia, compensando um considerável aumento geral nos preços das importações e ao consumidor, disse o banco central em seu relatório mensal.

Embora o Bundesbank espere que o crescimento alemão seja sustentado pela contínua alta da taxa de emprego, que chegou à máxima do ano em julho, a expectativa é de que o atual fluxo de refugiados para o país afete o mercado de trabalho.

A ministra do Trabalho, Andrea Nahles, disse no domingo que seu ministério espera maiores taxas de desemprego para o próximo ano em meio à entrada de refugiados buscando trabalho.

O banco central projeta que a economia alemã expanda 1,7 por cento em 2015 enquanto o governo prevê que a demanda doméstica e o comércio exterior levarão a uma expansão de 1,8 por cento neste ano.

(Por Tina Bellon)