Agência dos EUA financiará projeto de energia solar de US$400 mi na África do Sul

segunda-feira, 21 de setembro de 2015 13:07 BRT
 

JOHANESBURGO (Reuters) - A Overseas Private Investment Corporation (Opic), agência norte-americana de apoio a investimentos privados no exterior, disse ter aprovado financiamento para uma usina solar de 400 milhões de dólares na África do Sul, como parte de novos projetos de energia em mercados emergentes.

A SolarReserve, sediada na Califórnia e a ACWA Power, da Arábia Saudita, irão se juntar para construir e operar a usina solar de 100 megawatts, disse a Opic em comunicado publicado na última semana e visto pela Reuters nesta segunda-feira.

A companhia disse que a iniciativa é parte do plano de 7 bilhões de dólares do presidente norte-americano Barack Obama para levar energia elétrica à África subsaariana, lançado em 2013.

A iniciativa priorizou a expansão da capacidade de geração de eletricidade do continente, com foco adicional em investimentos de pequena escala em energias renováveis.

A Opic disse que também ofereceu 250 milhões de dólares ao banco sul-africano Standard Bank para financiar projetos de geração de energia e infraestrutura na África subsaariana.

A Opic foi criada em 1969, durante o governo de Richard Nixon, como ferramenta para ampliar a influência dos Estados Unidos sobre os países em desenvolvimento, canalizando recursos do setor privado para projetos importantes de infraestrutura.

A África do Sul enfrenta atualmente sua pior crise de fornecimento de energia elétrica, e a estatal Eskom tendo sido forçada a apelar para cortes controlados de carga para evitar um colapso da rede nacional.

(Por Zandi Shabalala)