Dólar sobe 0,57% e encosta em R$4 por preocupações fiscais

segunda-feira, 21 de setembro de 2015 17:03 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou em alta nesta segunda-feira, terceiro avanço seguido e pressionado por preocupações com as contas públicas brasileiras, mas a defesa da manutenção do veto presidencial ao reajuste de servidores públicos pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), tirou a moeda norte-americana das máximas da sessão, quando encostou em 4 reais.

O dólar avançou 0,57 por cento, a 3,9809 reais na venda. A única vez na história em que ele terminou em um patamar mais alto foi em 10 de outubro de 2002 (3,990 reais). Na máxima do dia, a divisa atingiu 3,9990 reais, a milímetros de distância do recorde intradia de 4 reais.

(Por Bruno Federowski)