Wall St fecha em alta com avanço do setor financeiro e da Apple

segunda-feira, 21 de setembro de 2015 18:37 BRT
 

Por Caroline Valetkevitch

(Reuters) - Os principais índices acionários dos Estados Unidos fecharam em alta nesta segunda-feira, com a ajuda do desempenho de ações da Apple e do setor financeiro, mas com uma queda no setor de biotecnologia limitando os ganhos.

O índice Dow Jones subiu 0,77 por cento, a 16.510 pontos, enquanto o S&P 500 ganhou 0,46 por cento, a 1.966 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançou 0,04 por cento, a 4.828 pontos.

Ações do setor de biotecnologia caíram depois que a pré-candidata democrata à presidência dos EUA Hillary Clinton disse que anunciaria um plano para acabar com "manipulação de preços" de alguns medicamentos.

Os papéis da Biogen caíram 5,6 por cento, a 297,16 dólares e os da Gilead recuaram 2,5 por cento, a 105,74 dólares.

O índice do setor de saúde do S&P 500 caiu 1,4 por cento, sendo o único índice setorial do S&P a encerrar em baixa. O índice de biotecnologia do Nasdaq caiu 4,4 por cento.

As ações do setor financeiro se recuperaram após as baixas causadas depois da decisão na quinta-feira do Federal Reserve (banco central dos EUA) de manter os juros inalterados. O índice do setor financeiro do S&P 500 subiu 1,1 por cento.

"Tivemos uma recuperação da queda de sexta-feira... apesar de ainda existir entre os investidores muita incerteza sobre o que o comunicado do Fed significou", disse o vice-presidente sênior da BB&T Wealth Management, Bucky Hellwig.

Os papéis da Apple subiram 1,6 por cento, a 115,21 dólares, puxando a alta do S&P 500. O Wall Street Journal informou que a Apple designou a construção de um carro elétrico como um "projeto de compromisso" e determinou a data para entrega em 2019.