BC indica Altamir Lopes para diretoria de Política Econômica e evita sabatina no Senado

segunda-feira, 21 de setembro de 2015 20:45 BRT
 

Por Marcela Ayres e Patrícia Duarte

BRASÍLIA/SÃO PAULO (Reuters) - O Banco Central informou nesta segunda-feira que o atual diretor de Administração, Altamir Lopes, foi nomeado para assumir a diretoria de Política Econômica no lugar de Luiz Awazu Pereira da Silva, uma solução caseira adotada para fugir da intensa crise política entre o governo e o Congresso Nacional.

Com perfil bastante técnico e muitos anos de casa, Lopes deixará o atual posto para se dedicar exclusivamente à nova diretoria a partir da próxima segunda-feira, dia 28. Na mesma data, o diretor de Relacionamento Institucional e Cidadania do BC, Luiz Edson Feltrim, passará a acumular também a diretoria de Administração.

Segundo fontes ouvidas pela Reuters, as nomeações divulgadas agora pela autoridade monetária foram concebidas para driblar a necessidade de aprovação pelo Senado de um eventual novo diretor, num momento de frágil sustentação parlamentar ao governo da presidente Dilma Rousseff.

"Existe um tremendo receio do Senado. (A indicação de um novo diretor) não vai ser tão rápida", afirmou uma das fontes com conhecimento sobre o assunto, sob condição de anonimato.

Por lei, novos indicados para a diretoria do BC têm que ser sabatinados e aprovados pela Comissão de Assuntos Econômicos do Senado e depois serem submetidos à aprovação do plenário da Casa.

Com a troca de cadeiras anunciada nesta segunda, o BC evita o processo justamente quando as delicadas relações do Executivo com o Congresso passam por exposição redobrada. A expectativa é que nesta semana os parlamentares deliberem sobre os vetos da presidente Dilma Rousseff a medidas explosivas para o caixa da União, e que o Executivo envie ao Congresso as novas medidas de ajuste das contas públicas.

ANOS DE CASA   Continuação...