Dólar cai para R$3,9757 e termina semana volátil com alta de 0,44%

sexta-feira, 25 de setembro de 2015 17:39 BRT
 

Por Bruno Federowski

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou em queda nesta sexta-feira, permanecendo abaixo de 4 reais, e terminou uma semana marcada por extrema volatilidade apenas em leve alta, com a atuação do Banco Central interrompendo uma onda de pânico que assolou o mercado, mas ainda em meio a um quadro local difícil.

O dólar recuou 0,39 por cento, a 3,9757 reais na venda, acumulando avanço de 0,44 por cento na semana, após ter atingido máximas históricas nos últimos dias.

Na véspera, o dólar havia caído 3,73 por cento, a maior queda diária desde o fim de 2008, após ter atingido 4,1461 reais na quarta-feira, máxima histórica.

O contrato de dólar para outubro, que havia ampliado ainda mais as perdas após o fechamento do mercado à vista na véspera, subiu 0,85 por cento nesta sessão.

"O mercado está mais tranquilo, mas não dá para agir como se o pior tivesse ficado para trás. Houve exageros, eles foram corrigidos e agora a política e a economia voltam ao centro das discussões", disse o gerente de câmbio da corretora Treviso, Reginaldo Galhardo.

O BC realizou nesta sessão leilão de venda com compromisso de recompra de até 1 bilhão de dólares, operação conhecida como leilão de linha, e dois leilões de novos swaps cambiais, vendendo em cada um a oferta total de até 20 mil contratos, equivalentes a venda futura de dólares.

No leilão de linha, o diferencial ficou em 12,33 pontos. O BC passou a divulgar o resultado dessas operações dessa forma, em lugar de publicar a taxa de corte.

Dessas três intervenções, duas foram anunciadas após o fechamento dos negócios na sessão passada. Mas o BC também anunciou um dos leilões de swap nesta manhã, logo após o dólar atingir a máxima da sessão.   Continuação...

 
Nota de um dólar junto a notas de dois reais, em São Paulo.   22/09/2015    REUTERS/Paulo Whitaker