CSN alonga dívida de R$2,2 bi com Banco do Brasil

sexta-feira, 25 de setembro de 2015 19:21 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Companhia Siderúrgica Nacional informou nesta sexta-feira que concluiua a operação de alongamento de prazo de parte de sua dívida com o Banco do Brasil, no montante de 2,208 bilhões de reais.

Dessa forma, a companhia desloca vencimentos nesse montante, previstos para 2016 e 2017, para o período entre 2020 e 2022, em parcelas igualmente distribuídas, segundo comunicado ao mercado.

(Por Luciana Bruno)