Confiança da indústria cai 2,9% em setembro e renova mínima histórica

segunda-feira, 28 de setembro de 2015 09:39 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Índice de Confiança da Indústria (ICI) mostrou piora pelo segundo mês seguido em setembro ao cair 2,9 por cento sobre o mês anterior, renovando a mínima histórica, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta segunda-feira.

O ICI recuou a 66,0 pontos em setembro, após queda de 1,6 por cento em agosto que levou o índice a 68,0 pontos.

"Fatores negativos de origem econômica associam-se às incertezas do ambiente político para determinar a persistência da tendência de queda da confiança industrial", explicou o superintendente-adjunto para ciclos econômicos da FGV/IBRE, Aloisio Campelo Jr.

A FGV informou que o Índice da Situação Atual (ISA) teve queda de 1,9 por cento em setembro, chegando a 67,9 pontos, segundo menor nível da série. Já o Índice de Expectativas (IE) caiu 4,2 por cento, a 64,0 pontos, menor patamar histórico.

"A piora mais expressiva das expectativas desde abril

sugere que, em setembro, o setor continua sem ver sinais de recuperação consistente no horizonte de três a seis meses", acrescentou Aloisio Campelo Jr.

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada, por sua vez, foi a 76,5 por cento, queda de 1,2 ponto percentual sobre o mês anterior.

A produção industrial iniciou o terceiro trimestre com fraqueza generalizada entre os setores ao apresentar queda de 1,5 por cento em julho sobre o mês anterior, pior resultado mensal neste ano, o que reforça o cenário de recessão pelo qual passa o país.

(Por Camila Moreira)

 
Fábrica de alumínio em Pindamonhangaba, em São Paulo.   24/06/2015   REUTERS/Paulo Whitaker