Fed deve elevar juros este ano e meta de inflação será atingida em 2016, diz Dudley

segunda-feira, 28 de setembro de 2015 11:37 BRT
 

(Reuters) - O presidente do Federal Reserve de Nova York, William Dudley, afirmou nesta segunda-feira que o banco central dos Estados Unidos continua no caminho para uma provável alta da taxa de juros neste ano e que pode atingir sua meta de inflação no próximo ano, mais rápido do que outras autoridades esperam.

Dudley disse que a primeira alta dos juros pode vir já em outubro, conforme as autoridades levarem em conta a melhora da economia.

O Fed "provavelmente vai elevar a taxa de juros neste ano", com a reunião de 27 e 28 de outubro "em jogo" para o debate da alta dos juros, disse Dudley em um evento patrocinado pelo Wall Street Journal em Nova York. O Fed também se reunirá em dezembro.

O banco central norte-americano adiou a alta da taxa de juros em sua reunião de setembro devido à incerteza sobre a economia global, uma venda generalizada no mercado dos Estados Unidos e a preocupação de que a inflação pode ficar muito aquém da meta de 2 por cento do Fed.

Porém Dudley disse que agora sente que a inflação pode alcançar a meta de 2 por cento do Fed em algum momento do próximo ano, um ano ou mais antes da mediana das projeções de autoridades do Fed feitas neste mês.

Dudley disse estar confiante que a fraqueza das condições econômicas globais e que o dólar forte serão influências passageiras, permitindo que o Fed eleve a taxa de juros em breve.

(Por Howard Schneider e Richard Leong)