Fiat Chrysler revela problemas em entrega de dados de segurança nos EUA

terça-feira, 29 de setembro de 2015 18:13 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - Dois meses após receber uma multa recorde de 105 milhões de dólares por lapsos em recalls de veículos nos Estados Unidos, a Fiat Chrysler Automobiles revelou nesta terça-feira problemas com dados de segurança que podem levar a penalidades financeiras adicionais para o grupo ítalo-norte-americano.

A Fiat Chrysler disse que estava investigando discrepâncias em relatórios sobre alertas antecipados que as leis federais dos EUA exigem que as montadoras forneçam à Administração Nacional de Segurança de Tráfego em Rodovias (NHTSA, na sigla em inglês), o órgão regulador federal para segurança automotiva do país.

Os relatórios incluem dados que podem identificar defeitos de segurança e provocar recalls de produtos.

A montadora não deu detalhes ou identificou os veículos envolvidos. Reguladores disseram que as discrepâncias incluem notificações insuficientes sobre mortes e alegações de ferimentos relacionados a veículos.

"Isto representa uma falha significativa no cumprimento das responsabilidades de segurança de uma fabricante de veículos", disse Mark Rosekind, administrador da NHTSA.

A Fiat Chrysler pode ter que pagar a quantia de 15 milhões de dólares se os reguladores descobrirem que o problema do relatório de alertas antecipados corresponder a uma nova violação de leis federais, disse a NHTSA.