Senado aprova MP que aumenta limite de desconto em folha para crédito consignado

terça-feira, 29 de setembro de 2015 20:49 BRT
 

(Reuters) - O Senado aprovou nesta terça-feira a medida provisória 681, que eleva de 30 para 35 por cento o limite do desconto em folha de pagamento para o pagamento de crédito consignado, sendo que os 5 pontos percentuais adicionais só poderão ser usados no pagamento das dívidas feitas no cartão de crédito.

A proposta, que já havia sido aprovada na Câmara dos Deputados, vai agora à sanção da presidente Dilma Rousseff, informou a Agência Senado.

"A mudança é positiva, pois o crédito consignado é um dos mais baratos", disse o relator da proposta, senador Valdir Raupp (PMDB-RO), segundo a agência.

Em maio, Dilma havia vetado uma proposta que elevava para 40 por cento o limite de desconto em folha para o crédito consignado, argumentando que a elevação poderia comprometer a renda das famílias, além de aumentar a inadimplência. O governo entende que a elevação para 35 por cento, como consta na MP 681, agora aprovada, é mais razoável.

(Por Eduardo Simões)