REPERCUSSÃO-Petrobras reajusta preços do diesel e da gasolina

quarta-feira, 30 de setembro de 2015 10:18 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Petrobras anunciou na noite de terça-feira aumento de 6 por cento nos preços da gasolina e de 4 por cento no diesel nas refinarias a partir desta quarta-feira, no primeiro reajuste desses combustíveis da atual diretoria, num momento em que a forte alta do dólar frente ao real impacta custos de importação e eleva o endividamento em moeda estrangeira da companhia.

Veja a seguir comentários de especialistas sobre o assunto:

DAVI ZYLBERSZTAJN, EX-DIRETOR-GERAL DA ANP E SÓCIO-DIRETOR DA DZ NEGÓCIOS COM ENGENHARIA

"Esse reajuste é pequeno e demorou para vir, a Petrobras está em uma situação dramática... Como empresa, ela não tinha outra alternativa e devia ter reajustado antes... Eu acho esse reajuste modesto, a gasolina já vinha perdendo (na defasagem) há algum tempo e agora a empresa está correndo atrás. Ameniza a dor do paciente, mas não resolve o problema."

ADRIANO PIRES, DIRETOR DO CENTRO BRASILEIRO DE INFRAESTRUTURA (CBIE)

"A conclusão, a dúvida que existia, se aumenta a Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico) ou o combustível na refinaria, o governo teve o bom senso. É um aumento muito pequeno, gera mais receita... mas para ser excelente para o mercado tinha que ser 10 a 12 por cento, e não foi dado isso, pode ser que esse aumento pequeno signifique que daqui a duas semanas venha o aumento da Cide. Porque o governo precisa arrecadar..."

  Continuação...