Ações europeias fecham em alta, mas têm pior trimestre desde 2011

quarta-feira, 30 de setembro de 2015 14:03 BRT
 

Por Danilo Masoni

LONDRES (Reuters) - As ações europeias subiram nesta quarta-feira com o encerramento do trimestre conturbado, com a mineradora Glencore num um rali após dizer que não tinha problemas de solvência.

O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 teve alta de 2,56 por cento, a 1.370 pontos, tendo perdido mais de 9 por cento no trimestre. Enquanto o índice de blue chips da zona do euro Euro Stoxx 50 subiu 2,34 por cento para 3.100 pontos.

Mas as ações europeias tiveram a pior performance trimestral desde a crise da dívida da zona do euro em 2011. Os mercados acionários têm perdido terreno constantemente com os sinais de desaceleração na China, segunda maior economia do mundo.

"O mercado foi pressionado e isto está facilitando uma recuperação, enquanto o dólar forte também ajuda, ainda que seja muito cedo para dizer que o apetite por risco retornou", disse o gerente de fundos da Ifgest Roberto Lottici.

As ações europeias seguiram em alta após a inflação da zona do euro cair novamente em setembro. A queda coloca mais pressão sobre o Banco Central Europeu para ampliar sua compra de ativos e impulsionar o crescimento dos preços anêmicos.

As ações da mineradora e operadora de commodities Glencore, que caíram cerca de 80 por cento desde a listagem no mercado acionário em 2011, subiram 14 por cento após a companhia ter tranquilizado investidores sobre sua dívida.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 2,58 por cento, a 6.061 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 2,22 por cento, a 9.660 pontos.   Continuação...