IDV aponta queda real de 7,2% nas vendas do varejo em agosto

quarta-feira, 30 de setembro de 2015 14:39 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Índice Antecedente de Vendas (IAV-IDV) apontou uma queda real de 7,2 por cento nas vendas em agosto na comparação com o mesmo mês do ano anterior, informou o Instituto para o Desenvolvimento do Varejo (IDV) nesta quarta-feira.

"Todos os segmentos tiveram decrescimento de vendas em agosto, mas novamente o segmento de bens duráveis foi o que mais colaborou com o resultado negativo do índice", disse o IDV em nota. O segmento teve resultado real negativo de 9,46 por cento em agosto.

Já o setor de semiduráveis, que inclui vestuário, calçados, livrarias e artigos esportivos, apresentou queda real de 6,4 por cento em agosto, segundo o IDV, enquanto o segmento de bens não duráveis, que responde em sua maior parte pelas vendas de super e hipermercados, restaurantes e perfumaria, apresentou queda de 6 por cento nas vendas em agosto.

Para os próximos meses, o IDV prevê continuidade da retração nos resultados de faturamento real, com queda de 1,43 por cento em setembro, 1,37 por cento em outubro e 0,91 por cento em novembro na comparação com os respectivos períodos de 2014.

Em comunicado, o instituto citou a instabilidade e a deterioração dos principais indicadores econômicos que direcionam o consumo como causas para os resultados ruins.

"A deterioração dos pilares macroeconômicos que direcionam o consumo tem influenciado diretamente para o baixo desempenho do varejo desde o terceiro trimestre do ano passado e com agravamento do cenário em 2015", disse Luiza Helena Trajano, presidente do IDV.

(Por Luciana Bruno)