Produção de petróleo do Brasil tem recorde de 2,547 mi b/d em agosto

quinta-feira, 1 de outubro de 2015 17:35 BRT
 

Por Marta Nogueira

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A produção brasileira de petróleo em agosto subiu pelo segundo mês consecutivo, atingindo um recorde de 2,547 milhões de barris por dia (bpd) e tornando o emblemático campo de Lula, no pré-sal da Bacia de Santos, o principal produtor do país pela primeira vez.

O volume extraído foi 3,3 por cento superior a julho, marcando a terceira alta mensal do ano, e 9,5 por cento maior que agosto de 2014, segundo dados publicados nesta quinta-feira pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O recorde anterior da produção de petróleo no Brasil havia sido registrado em dezembro de 2014 (2,497 milhões de barris/dia).

A produção de gás natural em agosto cresceu 4,1 por cento em relação a julho e avançou 9,2 por cento ante o mesmo mês do ano anterior, para 99,2 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d).

Somando petróleo e gás, a produção brasileira em agosto subiu 3,4 por cento ante o mês anterior e teve alta de 9,4 por cento em relação a um ano antes, para 3,171 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/d).

O campo de Lula, o primeiro a entrar em operação no pré-sal da Bacia de Santos, há exatos cinco anos, ultrapassou o campo de Roncador e se tornou pela primeira vez o maior produtor do país, com a extração de 368 mil bpd e de 16,6 milhões de m³/d.

Em julho, a Petrobras iniciou a produção em uma nova plataforma em Lula, chamada Cidade de Itaguaí, na área de Iracema Norte, o que contribuiu para que a produção da estatal registrasse recorde em agosto.

Lula é operado pela Petrobras, com 65 por cento de participação, em parceria com a BG, com 25 por cento, e a Petrogal (joint venture formada pela Galp Energia e pela Sinopec), com 10 por cento.   Continuação...