Vazamento de dados da Experian pode gerar multas e processos, alertam analistas

sexta-feira, 2 de outubro de 2015 15:01 BRT
 

(Reuters) - A Experian, maior empresa de dados de crédito do mundo, pode enfrentar multas e ações judiciais de classe e por danos morais pelo vazamento de dados em sua divisão norte-americana, de acordo com analistas que acompanham a empresa.

As ações da Experian caíram em cerca de 4,5 por cento para seu menor nível desde dezembro nesta sexta-feira, seguindo as notícias de que o vazamento expôs as informações pessoais de cerca de 15 milhões de pessoas que se inscreveram para o serviço da T-Mobile EUA.

A Experian, listada na bolsa de Londres, revelou o vazamento na quinta-feira e disse que o incidente se limitou a um servidor e um cliente - T-Mobile EUA - e estava dando os passos necessários para evitar que isso aconteça novamente.

A companhia disse que lançou uma investigação e consultou os agentes da lei, enquanto o procurador geral de Connecticut também disse que lançaria uma investigação.

Analistas disseram que a seguradora deve cobrir os custos do vazamento a curto prazo, como os passo para garantir a segurança dos servidores e notificar os clientes, mas os danos maiores podem vir conforme as investigações progridem.

(Por Roshni Menon)