Levy defende CPMF provisória e como ponte para Brasil voltar a crescer

segunda-feira, 5 de outubro de 2015 11:42 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, destacou nesta segunda-feira que a CPMF tem um papel decisivo para a economia, defendendo o ajuste fiscal como receita para o Brasil voltar a crescer.

Em evento no Rio de Janeiro, Levy destacou que a CPMF, que o governo busca recriar como alternativa no esforço de arrecadação, tem que ser provisória, mas que ela serve "para criarmos uma ponte para chegarmos com segurança a uma país com mais investimento".

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier; Texto de Camila Moreira)

 
Ministro da Fazenda, Joaquim Levy, durante evento em Brasília.  14/09/2015   REUTERS/Ueslei Marcelino