Premiê francês pede punição severa por violência na Air France

terça-feira, 6 de outubro de 2015 08:31 BRT
 

PARIS (Reuters) - As pessoas que atacaram gerentes da Air France na segunda-feira, quando a camisa do chefe de recursos humanos da empresa foi rasgada por agressores, devem ser severamente punidas, disse o primeiro-ministro da França, Manuel Valls, nesta terça-feira.

"Estas são ações de marginais", disse Valls na sede da Air France, próximo ao aeroporto Charles de Gaulle, em Paris. "Violência é inaceitável... deve haver punições severas".

Valls pediu que as negociações entre a companhia aérea e seus funcionários continuasse, e disse que o governo apoia a gerência da Air France em suas tentativas de mudar a companhia.

Gerentes da Air France abandonaram de um encontro com o conselho trabalhista na segunda-feira sobre cortes em massa após funcionários com bandeiras invadirem a sala. Imagens da violência rodaram o mundo.

(Reportagem de Ingrid Melander)

 
Primeiro-ministro da França, Manuel Valls, durante discurso em Paris.  16/09/2015  REUTERS/Jacky Naegelen