Air France pode cortar 5 mil empregos em nova reestruturação

terça-feira, 6 de outubro de 2015 15:11 BRT
 

PARIS (Reuters) - A Air France vai cortar mais 5 mil empregos se uma segunda fase de seu programa de redução de custos for implementada, afirmaram duas fontes sindicais nesta terça-feira.

A Air France, que não conseguiu um acordo com pilotos para aumento de horas trabalhadas sem aumento do salário, já tinha anunciado nesta semana plano para 2.900 demissões que acabaram disparando violentos protestos em que executivos chegaram a ser agredidos.

A demissão de 2.900 funcionários seria a primeira parte do chamado plano "B" da companhia, afirmaram as fontes.

"Se formos para a segunda fase desse plano, haverá cortes de 5 mil empregos", disse um representante sindical.

Na segunda-feira, a Air France anunciou que vai reduzir sua frota em 14 aviões para 93 aeronaves.

Fontes sindicais afirmaram que cada aeronave retirada da frota representa 100 comissários, 50 pilotos e 200 funcionários em terra, além de outras economias de custos, indicando que os cortes poderão eventualmente chegar a quase 8 mil empregos.

Representantes da Air France não comentaram o assunto.